terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

De Dentista a Mendigo de Mendigo a pregador do evangelho.

 Nasci em 17/09/1962 em uma pequena cidade do interior do Rio Grande do Sul chamada Boqueirão do Leão. De uma família simples porém nada me faltou na infância.Éramos de religião católica, minha mãe sempre foi muito dedicada aos conceitos e tradições religiosas que ela conhecia. Era um menino muito   inteligente e meu pai com muito esforço colocou-me em um dos melhores colégios de nossa região, em Santa Cruz do Sul, em sistema de internato, com 13 anos de idade. Devido á eficácia do 2º grau cursado, aos 16 anos ingressava na UFPEL- Universidade Federal de Pelotas. Seria um cirurgião-dentista, o que trazia muita alegria à família e aos amigos da pequena cidade do interior. Até aqui, tudo parecia bem, porém em meu interior, não era bem assim.
Sendo influenciado pelo "meio" e como era infeliz e insatisfeito com o que tinha (algo como um complexo de inferioridade) comecei a procurar alegria e realização no que era oferecido. Primeiro veio a bebida alcoólica e o cigarro e logo a seguir o cigarro de maconha. Era como que "impelido" àquelas práticas e eu entendo que um espírito da rebeldia começava a agir fortemente em mim. Apesar disto, formei-me em odontologia, aos 20 anos de idade, prestei serviço militar como oficial/dentista aos 21 e com 22 anos montei meu próprio consultório em uma cidade chamada Arvorezinha, próxima a Soledade, no RS. Apesar de tudo isto me sentia infeliz, insatisfeito, nada estava bom, não podia me realizar.
Neste momento, passei a ter nova experiência. Comecei a ganhar um bom dinheiro, conseguia trabalhar bem, então comprei um carro bom e durante alguns anos, vivi para fazer festas, sem conseguir edificar nada, gastava nos finais de semana tudo o que ganhava com muito esforço trabalhando durante a semana. Hotéis, motéis, danceterias, bailes, festas, namoradas, amigos, acampamentos, restaurantes... Procurava "saciar" uma sede imensa pela vida que havia dentro de mim. Não conseguia. Me sentia perdido, era infeliz e os problemas estavam só começando.
Nesta vida de ilusão conheci uma droga violenta chamada cocaína, tornei-me viciado rapidamente,e em uma noite, após uma apresentação da banda que eu fazia parte (era guitarrista) conheci a cocaína injetável. Coisas estranhas passaram a acontecer então, ia para dentro de motéis, sempre sozinho, com muita droga, correndo sério risco de overdose, usava até mesmo veias do pescoço no desespero por aquela sensação violenta de prazer que havia escravizado a minha alma. Incontáveis convulsões e overdoses, sem conhecer Deus, sozinho, mas Ele, o Senhor me contemplava e me protegia da morte. Seria impossível relatar aqui tudo o que aconteceu (meu cd de testemunho conta mais alguns detalhes). Após alguns anos eu me tornei praticamente um mendigo nas ruas de São Leopoldo, cidade próxima a Porto Alegre. A profissão se foi, a família se foi, os amigos se foram, o casamento se foi, minha mãe morreu e eu fiquei sabendo depois. Desesperado, sem nada e sem condições de fazer nada, sem capacidade de reação, entre os mendigos, comendo comida de lixo, à beira da loucura, tentava o suicídio mas a morte não tinha poder sobre mim, hoje eu posso entender. Em um certo dia ao pedir dinheiro para um amigo que encontrei ele me encaminhou para o Desafio Jovem de três Coroas,RS. Lá, em sua casa o nosso Deus se revelou para mim. (Gl 1:15,16) O Senhor me batizou com Espírito Santo, e me fez promessas maravilhosas através de seus profetas. Ele disse que eu seria liberto de toda a maldição, seria restaurado, teria tudo de volta o que o diabo havia roubado, seria um pregador da palavra de Deus, viajaria por muitos e distantes lugares, seria feliz aqui na terra e por fim, me levaria para o céu. Disse que eu deveria ser obediente, ter paciência e que deveria esperar nele (Sl 40:1), e foi o que eu fiz. Acreditei em suas promessas e aceitei ao Senhor Jesus como único e suficiente salvador. Após 2 anos e meio de "muito" esforço no centro de recuperação, comecei a viajar como pregador pelo Rio Grande do Sul.
Jesus me trouxe para Campo Bom, me abençoou junto à Igreja Assembléia de Deus, me deu o casamento com a irmã Claudia, me deu casa própria, carro e me trouxe de volta ao consultório dentário. Para sua glória, atendo junto a igreja de São Leopoldo - Scharlau e junto ao abrigo Bom Samaritano em Campo Bom, isto por algum tempo ainda pois meus olhos estão fixos e bem fixos no ministério que o Senhor tem em mim. Trabalho nos consultórios em obediência a ele, porém sei que logo não haverá mais tempo para trabalho secular em função da necessidade da obra (Mt 9:37,38). Hoje sou um evangelista no 8º ano de ministério como pregador, estou vinculado à Igreja Evangélica Assembléia de Deus da cidade de Dois Irmãos, RS, tenho andado por todo o Rio Grande do Sul, também por alguns outros estados do Brasil e por alguns países da América do Sul, em comprimento as profecias do Senhor. Estou muito feliz, sempre acreditando em Jesus, ele é tudo para mim, sem ele eu não sou nada, porem com ele, o inimigo não poderá impedir as obras que acontecerão em mim e através de mim enquanto aguardamos pela vinda do Senhor para nos levar à sua presença no glorioso dia do arrebatamento da igreja!

Testemunho retirado do site: http://maurodebiasi.com.br/testemunho.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário